Café de A-Z

A | B | C | D | E | F | G | H | I | J | K | L | M | N | O | P | Q | R | S | T | U | V | Y | Z
Fermentação de Micro-ondas

O micro-ondas é um dos aparelhos que foram incorporados na fermentação do café nos últimos anos. Até ao momento, ainda não causou uma boa impressão no mercado, nem se revelou uma mais-valia a considerar.

Fermentação

Um termo de café muito importante que apresenta dois significados distintos

Filtro Automático

O filtro automático é o acessório de uma cafeteira por onde passa a água quente e onde se encontram os grãos de café.

Fragrância

É um termo utilizado na degustação de um café e numa avaliação sensorial dos gostos do café. A fragrância descreve o cheiro de um café seco após o seu momento de torrefação.

Ghimbi

É um tipo de café de produção húmida do oeste da Etiópia.

Grão de Café Rígido

É um termo frequentemente utilizado para descrever cafés cultivados a altitudes relativamente elevadas. No mesmo contexto, os grãos de café suaves são aqueles que são cultivados em locais com baixas altitudes. As altitudes mais elevadas e as temperaturas mais baixas produzem uma maturação mais lenta e difícil e isso faz com que os grãos de café sejam menos porosos. Os grãos de café rígidos fazem uma chávena de café mais rígida e saborosa que os grãos mais suaves, embora existam exceções a esta generalização.

Grão de Café Rígido

Uma classe de café da Costa Rica que cresce entre os 1.000 e os 1.200 metros.

Grão de Café Inteiro

Café que já foi torrado, mas ainda não moído.

Guatemala

É uma região onde o café tem uma origem complexa. Os cafés com grãos rígidos de classe encontram-se no Planalto Central (Antigua, Atitlan) e tendem a apresentar uma boa riqueza, acidez e um sabor encorpado excelente. Os cafés das áreas montanhosas ou expostas ao Pacífico (San Marcos) ou às Caraíbas (Cobán, Huehuetenango) apresentam uma menor acidez e um pouco mais de fruta.

Haiti

Os melhores cafés do Haiti têm uma baixa acidez e um sabor encorpado, macio, rico e agradável. Todos os cafés que entram nos Estados Unidos da América são produzidos por um grupo de cooperativas e são comercializados pelo nome haitiano de Bleu.

Harrar

É o melhor café produzido a seco e é natural da Etiópia. O seu nome deve-se à proximidade da sua zona de cultivo da cidade de Harrar e o seu sabor é bastante perfumado, encorpado e apresenta uma complexa acidez de frutos.

Havai

O café tradicional do Havai é o Kona. Este tipo de café é cultivado na costa oeste da ilha do Havai e é conhecido mundialmente pela fragrância dos seus sabores principais. Nas outras ilhas do Havai, as plantações de cana de açúcar e abacaxi foram convertidas em quintas de café Premium. Kauai, Molokai e Oahu produzem as variedades de café mais interessantes da região.

Heredia

Nome de mercado para um café muito respeitado na Costa Rica.

Huehuetenango

Um dos melhores cafés da Guatemala.

Iémen

Tem um café exclusivo que provém das regiões montanhosas do sudoeste da ponta da Península Arábica, na fronteira com o Mar Vermelho. O café Moka Árabe é o café cultivado mais antigo do mundo que se distingue pelo seu sabor encorpado, ácido e distinto.

Índia

O café indiano é cultivado no sul do país. O seu sabor é conhecido por ser moderadamente encorpado e ácido com algumas nuances ocasionais. Na pior das hipóteses, é considerado como um café muito brando. Os cafés dos distritos de Shevaroys e Nilgiris tendem a apresentar uma maior acidez do que os cafés de outras regiões do sul da Índia.

Indonésia

Os cafés da Indonésia são normalmente comercializados sob o nome da ilha de origem (Sumatra, Sulawesi, Java). Eles distinguem-se pela riqueza do seu sabor encorpado e pela sua baixa acidez. É um tipo de café com um sabor mundano que muitos amantes de café apreciam e outros rejeitam.

Ismaili

Nome de mercado para um café respeitado do centro do Iémen. É também conhecido como uma variedade botânica tradicional que caracteriza os grãos de café como uma bebida de qualidade superior.

Jamaica

O montanha azul da Jamaica é um café clássico equilibrado com sabor rico, de corpo inteiro, com uma acidez suave e vibrante. As suas características fizeram com que este café seja um dos mais famosos e apreciados em todo o mundo. Se ele ainda merece esta distinção é uma questão que serve de debate a todos os elementos que estão dentro da indústria do café. Os outros cafés jamaicanos de baixa produção tendem a ser menos ácidos e mais leves.

Java Moka

É, tradicionalmente, uma mistura do café Moka do Iémen e dos cafés Java Arábica. Todas as misturas e versões especiais têm uma parte de café Moka do Iémen e duas partes de Java. Na sua forma original, os cafés Moka e Java, refletem a mistura mais antiga do mundo do café.

Páginas