Café de A-Z

A | B | C | D | E | F | G | H | I | J | K | L | M | N | O | P | Q | R | S | T | U | V | Y | Z
Creme

É a espuma castanha que cobre a superfície de um café expresso.

Crescimento ao Sol

Descreve o café que não é cultivado sob uma cobertura. O café Arábica é, tradicionalmente, cultivado à sombra em muitas partes do México, na América Central, na Colômbia, no Peru, na Venezuela e outras partes do mundo como a Índia e algumas regiões da Indonésia e África. Nos lugares restantes, o café Arábica é cultivado em pleno sol.

Cúcuta

Nome de mercado para um café que é cultivado no nordeste da Colômbia, mas, muitas vezes, enviado através de Maracaibo, Venezuela.

Cupping

É o processo usado por degustadores profissionais na realização de uma avaliação sensorial de amostras de grãos de café. Os grãos são moídos e a água é despejada sobre eles, o que provoca um líquido quente com todo o sabor dos respetivos grãos. As características principais de avaliação são

Defeitos de Sabor

Características de sabores desagradáveis que são causados por problemas durante o processamento da colheita (remoção de frutas), secagem, classificação, armazenamento ou transporte. Os defeitos mais comuns são

Demitasse

Tem o significado de “meio copo” em francês. Trata-se de um copo com metade do tamanho ou de 90 ml e é especialmente usado para servir um café expresso.

Desgasificação

Um processo natural, no qual o café torrado liberta um gás carbónico. Esse gás tem a responsabilidade de proteger o café quando este se encontra em contacto com o ar.

Desmucilagem

Processo onde a polpa da fruta pegajosa ou mucilagem é removida do café que é recentemente colhido e depois lavada em máquinas próprias. Este processo está a substituir o método tradicional húmido de remoção de mucilagem por fermentação e lavagem.

Djimah, Djimma, Jimma

É um tipo de café proveniente da Etiópia. Quando é usado o método húmido, este café apresenta uma excelente baixa acidez

Doseador

Trata-se de um dispositivo de mola usado nos moinhos de café que mostra qual a dose ideal de café a ser utilizada para extrair um café delicioso.

Duplo

É o nome de um expresso que tem duas doses de café. Geralmente, é servido numa chávena de maiores dimensões.

El Salvador

Os cafés de El Salvador são conhecidos por serem mais suaves e menos ácidos que os clássicos da América Central. Os melhores cafés desta região crescem nas árvores de Bourbon, onde se destaca a variedade pacamara que pode ter um sabor perfumado, complexo, animado, agradável e suave.

Equador

Na melhor das hipóteses, os cafés que são produzidos no Equador são meio encorpados, muito ácidos e apresentam um sabor típico dos cafés da América Central e do Sul.

Equilíbrio

Termo utilizado na degustação de um café que indica que nenhuma característica se evidencia mais do que as outras. Indica que o café tem um sabor complexo, mas, acima de tudo, interessante.

Espuma de Leite

Diz respeito ao leite que é aquecido e vaporizado. A espuma de leite é indispensável para a preparação de capuchinos e outras bebidas quentes feitas à base de café.

Estado de Wallenford

É o local onde se produz um dos cafés mais conhecidos e apreciados em todo o mundo, o café jamaicano Blue Mountain.

Etiópia

O melhor café seco que é produzido é o Harrar e este tem tendência a ser meio encorpado, ácido e com tons ásperos e frutados. Os melhores cafés húmidos que são produzidos nesta região são: Yirgacheffe, Sidamo, alguns Limu e Djimah. Estes cafés são pouco encorpados, complexos, explosivos e têm um travo floral e cítrico.

Excelso

Um café colombiano de categoria que combina as melhores classes de cafés da região.

Expresso

É utilizado para descrever um café torrado e um método de fermentação, no qual a água quente é forçada, sob pressão, a passar sobre um aglomerado de café moído. Num sentido mais alargado, revela uma abordagem a toda a cozinha de café, uma vez que faz parte do menu das bebidas e sobremesas.

Extra

Segunda melhor categoria dos cafés existentes da Colômbia.

Páginas