Café de A-Z

A | B | C | D | E | F | G | H | I | J | K | L | M | N | O | P | Q | R | S | T | U | V | Y | Z
Cafés Especiais

Os cafés especiais dizem respeito à venda de cafés por categorias, como

Cappuccino

Uma bebida de café que é feita à base de uma porção de café expresso com leite quente e espuma.

Caracas

Uma classe de cafés de média e alta qualidade que é proveniente da Venezuela.

Caracol

É um grão de café redondo e pequeno que é formado apenas com uma semente, ao invés das duas habituais. É, muitas vezes, vendido à parte, porque garante um sabor distinto. Geralmente, mas nem sempre, o grão de café caracol produz uma chávena de café mais ácida, leve e brilhante em comparação com os graus de café da mesma cultura.

Caráter Varietal

É um termo utilizado na degustação de um café que descreve as características positivas de um determinado café e distinguem-no de outros de outras regiões.

Caturra

É uma variedade relativamente recente de café que provém do café Arábica, que, geralmente, amadurece mais rapidamente, produz mais café e é mais resistente às pragas e às doenças que as variedades tradicionais do café Arábica. Muitos especialistas afirmam que o Caturra e as variedades modernas híbridas do café Arábica têm tendência a produzir uma chávena de café com uma qualidade inferior em comparação com as demais.

Celebes

Antigo nome de Sulawesi. É um tipo de café originário da ilha de Sulawesi, na Indonésia. As principais regiões de cultivo encontram-se nas regiões de Toraja ou Kalossi, que se encontram nas terras altas do sudeste. É um tipo de café que se distingue pelo sabor encorpado e expansivo e apresenta uma baixa acidez vibrante. É de realçar que muitos apreciadores apreciam os sabores naturais deste tipo de café, ao passo que outros rejeitam-no completamente.

Cereja

Termo comum utilizado para caracterizar o fruto do cafeeiro. Cada cereja contém dois grãos de café ou uma baga.

Chanchamayo

Nome de mercado para um café que é cultivado no centro – sul do Peru.

Chiapas

É um tipo de café cultivado no sul do México. Os melhores cafés Chiapas são cultivados na região sudeste, perto da fronteira com a Guatemala e podem ostentar o nome de mercado de Tapachula, uma cidade mexicana.

Chicória

É a raiz torrada dos grãos de café que é misturada na torrefação do café. É um termo muito utilizado para descrever que um café está aguado.

Chipinga

Região no leste do Zimbabué, perto da fronteira com Moçambique, que produz os cafés mais apreciados do país.

Cibao

Nome de mercado para um café de baixa acidez da República Dominicana.

Coatepec

Nome de mercado para um café que é cultivado e lavado no norte da cordilheira central, no estado de Veracruz, no México.

Cobán

Nome de mercado para um café que é produzido no norte central da Guatemala.

Colheita Antiga

Diz respeito ao café que foi armazenado antes de embarcar. As colheitas antigas diferem dos cafés vintage de duas formas distintas

Colômbia

O café da Colômbia é um café que é produzido por pequenos agricultores e é recolhido, triturado e exportado pela Federação de Café Colombiano. Ele é vendido por grau e não pelo nome de mercado ou região. Pode ser caracterizado como café de alta qualidade, clássico e levemente frutado. Os cafés de alguns estados, cooperativas e moinhos privados são vendidos por região, assim como por variedade botânica (Bourbon é o melhor). O estado de Narino, no sul da Colômbia, produz um dos cafés mais respeitados do país.

Complexidade

Um termo utilizado na degustação de um café que descreve o seu sabor, sensação e impressão de profundidade e ressonância.

Corpo

Traduz uma sensação de peso, espessura, riqueza e textura na degustação de um café. O corpo, em conjunto com o sabor, acidez e aroma é uma das principais categorias usadas por degustadores profissionais em avaliações sensoriais de café.

Costa Rica

Os melhores cafés da Costa Rica (San Marcos de Tarrazu, Três Rios, Heredi, Alajuela) são muito encorpados e ácidos e isso faz com que sejam os cafés mais admirados da América Central.

Páginas