As principais diferenças entre o café de cápsula e o café de cafeteira

Hoje em dia é cada vez mais frequente encontrar máquinas de café de cápsula, especialmente na casa das pessoas que não dispensam um bom café matinal. Por essa razão, o café de cafeteira e o aroma que habitualmente fica espalhado pelo ar tem tendência a desaparecer. Mas ainda há quem o prefira em relação aos demais. Conheça as principais diferenças entre o café de cápsula e o café de cafeteira e escolha aquele que melhor condiz consigo...e com o seu paladar!

Tempo de preparação

Um café de cápsula é tirado em segundos, enquanto um café de cafeteira é feito através de um processo de fabricação um pouco mais demorado. Para tirar um café de cápsula, basta ter água na máquina, colocar a cápsula e tirar o café. Já para o café de cafeteira existe uma técnica antiga que demora mais tempo até chegar ao ponto em que poderá ser servido.

Pressão da água

Enquanto um café de cafeteira é feito com água a ferver diretamente do fervedor, o café de cápsula é tirado sob pressão, o que faz com que se assemelhe mais a um café expresso tomado, por exemplo, numa pastelaria de manhã antes de seguir para o trabalho.

Preço por café

Dentro das muitas máquinas de café de cápsulas que existem, há também diferentes preços por cápsula e por conjunto de cápsulas. Um café de cápsula sairá muito mais barato do que um café expresso da rua, mas o café de cafeteira é, indubitavelmente, mais barato. Valerá a pena a diferença?

Preço por material

Enquanto uma cafeteira é relativamente barata e, possivelmente, ainda terá uma em casa; as máquinas de café disponíveis no mercado vêm com um preço mais elevado que nem todos se podem dar ao luxo de gastar apenas para ter café de cápsulas em casa.

Variedade

O café em cápsulas vem com uma grande variedade de sabores à escolha. Algumas marcas oferecem opções de cafés moca, de sabores ou chás e, claro, numa questão de segundos. A cafeteira prepara apenas um bom café simples. Se pretender um café diferente terá de proceder a uma série de cuidados e terá de gastar mais tempo e material.

Influência no ambiente

Aqui está um ponto a favor da cafeteira. Enquanto ela utiliza apenas a cafeteira em si, café em pó e chávena; nas máquinas de cápsulas existe o ponto negativo de, caso não possa fazer reciclagem ou transformação de cápsulas, contribuir para uma maior poluição.

Espuma, corpo e aroma

Enquanto um café de cápsula é um café bem forte, aromático e espumoso, o café de cafeteira é mais líquido, leve e, apesar de animar a casa com o cheiro característico que já tem muitos anos, não tem o aroma a café ao qual estamos habituados nos cafés na rua.

Agora que conhece alguns dos argumentos contra e a favor do café de cafeteira e café de cápsula, já fez a sua escolha? Qual é a característica que mais pesa para si? O ritual antigo, aroma familiar e processo amigo do ambiente ou o corpo, novidade e pressão do café de cápsula que tanto está na moda? Faça a sua escolha e aprecie um café de qualidade.

A sua votação: