A planta e o cultivo do café

Bagas de café

A planta do café é uma riqueza única e natural e o seu cultivo depende de condições específicas. Conheça quais são as plantas de café mais importantes e saiba qual a melhor forma de as cultivar.

A planta do café é conhecida como coffea e pertence à família das plantas Rubiaceae. Trata-se de uma planta originária do Oriente e o seu cultivo requer um clima quente e húmido. As condições ideais são as que se encontram entre o Trópico de Câncer e o Trópico de Capricórnio. Nesse sentido, a faixa equatorial de África, Ásia e América são os melhores locais para o crescimento e produção da planta do café.

Atualmente, existem mais de 60 tipos de café, no entanto, apenas 25 são cultivados com o intuito de obter um produto de consumo. Das espécies mais importantes, existem duas que se distinguem das demais: a Coffea Arábica e a Coffea Robusta.

1. A Coffea Arábica

É uma planta natural da Etiópia que contém uma quantidade de cafeína de 0,8 a 1,3%, tem um aroma intenso e um sabor suave e profundo. Esta espécie permite a produção de um café com uma qualidade fina e requintada, com inúmeras variações de corpo e acidez.

Os seus grãos de café são pequenos, têm uma cor verde-cobre e apresentam uma forma achatada e alongada. Trata-se de uma planta frágil que não oferece grande resistência à ação de parasitas.

As suas variedades principais são o café Moka (Médio Oriente) e o café Bourbon (Brasil).

O seu cultivo

O cultivo da espécie Arábica necessita de uma temperatura constante entre os 15 e os 25 graus e, para amadurecer corretamente, deve estar situada entre os 900 e os 1200 metros de altitude. O solo mais apropriado é aquele que se apresenta ligeiramente inclinado, rico em sais minerais e protegido do vento.

A planta pode atingir 10 metros de altura, no entanto, deve ser podada a partir dos 3 metros, de modo a facilitar a colheita futura. Durante um ano podem existir dois ou três florescimentos, uma vez que o tempo médio que os frutos demoram a amadurecer varia entre os 6 e os 14 meses.

2. A Coffea Robusta

É uma espécie que provém da África Central e distingue-se pelo sabor forte e encorpado do seu café. Trata-se de uma planta que apresenta uma qualidade inferior em comparação à Arábica mas, ao mesmo tempo, permite que um café tenha uma espuma perfeita. O seu conteúdo de cafeína varia entre os 2 e 2,5% e é muito eficaz no combate aos parasitas, o que impede o aparecimento de pestes e doenças. Atualmente, um terço do café que é produzido no mundo pertence à espécie robusta.

O seu cultivo

O cultivo da espécie Robusta necessita de um clima tropical e de uma temperatura a rondar os 25 graus. A planta pode crescer até os 10 metros de altura, deve estar localizada a 200 ou 300 metros de altitude e as suas raízes caracterizam-se pela pouca profundidade que atingem.

A espécie Robusta é mais adaptável às variações do estado do tempo e da altitude e é mais resistente ao aparecimento de doenças e parasitas. Este tipo de planta distingue-se das demais, uma vez que o seu florescimento ocorre a qualquer altura do ano e isso faz com que a sua produção seja muito maior que a Arábica.

As características principais da planta do café

A planta do café apresenta determinadas características singulares que a distinguem das demais. São elas:

  • É uma árvore de pequenas dimensões que pode crescer até um máximo de 10 metros de altura. Deve ser constantemente podada de modo a facilitar a colheita futura dos seus frutos.
  • As suas folhas são verdes escuras e brilhantes, apresentam um comprimento médio entre os 10 e os 15 centímetros e exibem uma largura máxima de 6 centímetros.
  • Trata-se de uma planta que apresenta flores e frutos no mesmo ramo e crescem em forma de cacho. As flores são brancas e ostentam um perfume muito intenso, muito igual ao que provém do jasmim.
  • As bagas são ovais, têm cerca de 1,5 centímetros de comprimento e à medida que vão amadurecendo vão mudando de cor:
  1. A cor verde indica que a baga ainda é muito jovem e muito imatura;
  2. A pigmentação amarela significa que a baga está a amadurecer, mas o seu sabor poderá estar ainda muito amargo;
  3. A cor vermelha mostra que a baga está madura e em ótimas condições para ser recolhida. Quando ela se parece com uma cereja, é sinal de que está madura e pronta a ser recolhida.
  • Cada baga contém geralmente duas sementes chamadas de caracolitos ou pérolas e são conhecidos como grãos de café. Em média, estes grãos de café demoram entre 6 e 14 meses a amadurecer.
  • Na América do Sul produz-se principalmente a Arábica, que cobre os três quartos da produção mundial, enquanto na África, Índia, Indonésia e Vietname, a planta predominante é a Robusta.
A sua votação: