Os maiores produtores de café do mundo

Chávena de café

Existem muitos países produtores de café, mas existem alguns que se destacam pela sua quantidade. A zona chamada de cinta do café encontra a sua origem em África, ligando o Trópico de Câncer ao Trópico de Capricórnio. As regiões que boas produtoras de café são tipicamente moderadas em sol e chuva, temperaturas médias que rondam os 20ºC, e com um solo poroso e rico. Cerca de 70% da produção de café advém da planta de café Arábica e a restante 30% advém da planta de café Robusta. No entanto, se simpatizar com a ideia, poderá experimentar cultivar café em sua casa. Assim, com uma média de 60kg por saco, os maiores países produtores de café são:

Brasil produz 22.5 milhões de sacos de café por ano

No início do século XVIII, o café rapidamente se espalhou pelo Brasil. Hoje em dia, o Brasil é responsável pela produção de 1/3 do café mundial. Os grãos de café mais famosos são Bahia e Boubon Santos.

Colômbia produz 10.5 milhões de sacos de café por ano

A Colômbia é o único país produtor de café que tem 2 portos para 2 oceanos: Atlântico e Pacífico. Isto faz com que a capacidade de exportação seja muito mais ágil, com custos mais baixos. O café da Colômbia cresce nos sopés dos Andes, onde a combinação da altitude e humidade, cria um café leve. Os grãos de café mais famosos são o Medellin, Supremo e Bogotá.

Indonésia produz 6,7 milhões de sacos de café por ano

Os holandeses deram o nome a um dos cafés mais famosos do mundo, o Java. Isto porque os holandeses plantaram o café na antiga colónia holandesa, a ilha de Java, que agora faz parte da Indonésia. A maior origem de café oriundo da planta Robusta é a Indonésia, sendo os grãos de café mais famosos o Java, Sumatra e Sulawesi.

Vietname produz 5,8 milhões de sacos de café por ano

Os missionários franceses levaram o café para o Vietname em meados do século XIX, mas apenas começou a existir produção significativa em meados dos anos 80. Nesta altura, as culturas cresceram tanto que os problemas de qualidade também rapidamente se começaram a evidenciar. O Vietnam é especialista na produção de grãos de café Robusta.

México produz 5 milhões de sacos de café por ano

O café chegou ao México, oriundo das Antilhas, no final do século XVIII. Porém, apenas nos anos 70 é que começou a ser exportado em quantidades significativas. Hoje em dia, pequenas produções são as grandes produtoras de café mexicano. Os grãos de café mais famosos são Altura, Liquidambar MS e Pluma Coixtepec.

Etiópia produz 3,8 milhões de sacos de café por ano

Aqui nasceu a planta do café Arábica, sendo a Etiópia considerada a casa da planta do café Arábica, e o maior produtor, consumidor e exportador desta. A Etiópia vive do comércio de café. Os grãos de café mais famosos são Harrar, Sidamo e Yirgacheffe.

Índia produz 3,8 milhões de sacos de café por ano

Existe uma lenda que diz que a Índia foi o berço da nascença do café Arábica. Hoje em dia, a produção está debaixo do controlo da Comissão do Café Indiana, que muitos afirmam reduzir o incentivo à produção e, por consequência, à qualidade. Os grãos de café mais famosos são: Monsooned e Malabar.

Guatemala produz 3,5 milhões de sacos de café por ano

Os imigrantes alemães no século XIX iniciaram a produção de café na Guatemala. Hoje em dia, a maior produção de grãos de café, principalmente nos que crescem nos sopés vulcânicos, estão entre os melhores do mundo. Os grãos de café mais famosos são: Atitlan e Huehuetenango.

Costa do Marfim produz 3,3 milhões de sacos de café por ano

A especulação, a falta de investimento, a baixa qualidade, o clima político, tudo contribuiu para o declínio da produção de café, no entanto, a Costa do Marfim é especialista em grãos de café Robusta.

Uganda produz 3 milhões de sacos de café por ano

Embora o Uganda seja produtor de café Arábica, é também um grande produtor de Robusta. A produção de café providencia cerca de 80% do emprego aos trabalhadores rurais. Os grãos de café mais famosos são Bugisu.

Fonte: National Geografic

A sua votação: